Mudanças da vida

Essa semana a família Up mudou de casa! Sim,😅  estou de 8 pra 9 meses de gravidez mas foi agora que deu certo e vamos lá! Com ajuda e fé tudo dá certo.

  
Fiquei refletindo em como as mudanças são boas e ao mesmo tempo incômodas para todos nós né? 

Mudanças tiram a gente da zona conforto causando sensações diversas e me peguei pensando em quantas mudanças ainda temos pela frente com uma filha a caminho! 

Começam na gestação quando você se pega pensando em comer direito para virar um hábito saudável e dar exemplo futuramente para aquele ser novinho que estará sob sua responsabilidade, passando pelas mudanças que a maturidade trás durante esses nove meses de espera pensando em educar ali na frente e chegando na grande transformação que é o nascimento.

O nascimento ah esse sim é a grande mudança na vida dos envolvidos! Começamos a pensar em toda a vida a partir daquele momento mágico que se inicia ali! E que responsabilidade! 🙆🏻😀

A casa nova é mais espaçosa e mudamos pensando na Julia! Realizarei um sonho: o quarto dela! Tudo direitinho, com planejamento e espaço! 

E querem ver o resultado?  

 Minha certeza de que mudanças são sim positivas paira dentro da gratidão que sinto neste momento! O melhor presente de natal que poderia receber da vida…

Aliás bom momento pra desejar a todos vocês um Natal mágico, de paz e alegria! ❤️🎄 e um Ano Novo cheio de coisas boas! 

Que venha a renovação! Que venha o nascimento!

Um beijo pra vocês,

Mamãe Up 

Experiências com o barrigones

Eu experimentei muitas coisas novas durante toda a gestação! Estamos entrando na 34 semana e ainda me surpreendo com algumas emoções únicas como a que vivi com o ultrassom 4D.


Tão nítidas e reais as imagens! A sensação é de estar com o bebê pela primeira vez… Mágico gente!

Conhecer os contornos do rosto, ver detalhes como boquinha e nariz, a gente vai saindo do mundo da imaginação para o real com um detalhe: o bebê ainda está dentro da barriga!


Mas falando em emoções gerais da gravidez não posso deixar de citar dois momentos: o da descoberta e a hora de saber se era menino ou menina!

A descoberta da gravidez foi algo tão forte que não consigo comparar a nenhuma outra emoção! Parece que a possibilidade dá uma volta de 360 e te torna pai ou mãe naquele instante mágico em que você pega um pedaço de papel com uma alteração hormonal que vai mudar sua vida pra sempre!

Aqui em casa quando descobrimos o sexo parecia gol do Brasil na Copa 😀 eu e o PapaiUp tínhamos uma preferência sim, apesar de ter aquele sentimento “o que vier será bem vindo”! Queríamos uma menina, tínhamos escolhido o mesmo nome de menina para nossa filha antes de nos conhecermos!

E foi gooooool, uma menininha estava a caminho! Mais uma experiência incrível! Avassaladora e que deixou os dois, por dias sonhando acordados!

A verdade é que ter um filho é uma super viagem! Pra quem tem  vontade então é uma viagem cheia de aventuras e descobertas emocionantes!


Dizer que é fácil? Não! Nem romântico, muito menos prático! Têm momentos difíceis pra caramba, choro, incertezas, dificuldades mas tudo vale a pena!

Ainda aguardamos por aqui o grande dia que pode ser até 30 de janeiro! ❤️

Torçam por nós!!

Um beijo,

Mamãe Up

Mitos e verdades sobre amamentação 

Como qualquer outra situação na vida acredito que a amamentação pede bom senso e maturidade à mãe.

O leite materno exclusivo é o alimento ideal para o bebê até os seis meses de idade, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) porém ouço de muitas mães que a pressão para que tudo aconteça de forma romântica é muito grande! 

  
Vamos aos fatos? A maioria das mulheres relatam dor no início da pega do bebê, algumas têm o bico invertido, tem quem não consiga dar o peito por cirurgias anteriores e tem quem não queira! 

Casos de refluxo e alergias alimentares também são fatores que interferem em algumas situações. 

Falando abertamente: acredito que cada um é cada um! 

Quero dar de mamar para Julia até quando puder, até quando ela aceitar mas sei que se por qualquer razão isso não puder acontecer, não posso e não devo me sentir culpada.

Toda mãe quer o melhor para seu filho, mesmo que seja o melhor, dentro do que ela acredita ou tem informação e possibilidade para fazer.

Vamos aos mitos e verdades mais perguntados aos médicos :

Prótese de silicone prejudica a qualidade do leite?

Com as técnicas atuais de colocação de próteses mamárias, geralmente não, mas dependendo da técnica pode atrapalhar a amamentação por interferir na quantidade e na saída/retirada do leite, mas não na qualidade dele.

E a mamoplastia redutora? (redução das mamas)

Pode atrapalhar a amamentação por interferir na quantidade e na saída/retirada do leite.

Canjica e cerveja preta estimulam a produção do leite?
A mãe que está amamentando deve tomar bastante líquidos (pelo menos 1 litro por dia), para garantir uma boa produção de leite. Não há comprovação científica de que determinados líquidos possam aumentar o leite, então, a mãe pode ingerir o que mais gostar ou preferir. Alcoólicos são contra-indicados durante a amamentação, assim como o tabagismo, porque podem passar para o leite substâncias prejudiciais.
O leite materno pode ser congelado?

Sim, pode. O frasco de leite ordenhado deve ser imediatamente guardado na geladeira ou no freezer. O leite cru (não pasteurizado) pode ser conservado em geladeira por até 12 horas, e nofreezer ou no congelador por até 15 dias.

Estresse faz o leite secar?

Pode fazer, pois é um estímulo negativo à amamentação: o medo, a dor, o stress, são fatores que aumentam a adrenalina no sangue materno e esta faz com que se diminua e estímulo para produção do leite materno.

A alimentação da mãe reflete no leite?
A mulher que amamenta deve beber bastante líquidos ao longo do dia e se alimentar bem. A qualidade da alimentação materna deve visar a sua saúde e o seu bem estar, sendo o leite materno, consequência. O leite materno apresenta composição semelhante para todas as mulheres do mundo, apesar das surpreendentes diferenças alimentares entre elas, apenas as com desnutrição grave têm seu leite afetado em quantidade e qualidade. É claro que os exageros devem ser evitados, bem como as bebidas alcoólicas e o tabagismo.
Existe uma posição ideal para amamentar?

Para uma boa e eficiente amamentação deve haver uma boa “pega” do bebê ao seio materno e para isso, uma posição confortável e relaxada da mãe. O bebê deve estar com roupas adequadas, de preferência com braços e pernas livres, com corpo voltado para a mãe e cabeça alinhada com o corpo. As mamas devem estar expostas e a mãe deve segurar a mama em forma de “C” (dedo polegar na parte superior e os outros 4 dedos na inferior) com cuidado para deixar a aréola livre e para não fazer forma de “tesoura”. Existem sinais para verificarmos se houve uma boa “pega”:

– A aréola foi em grande parte ou, quase toda, abocanhada (não deixar o bebê pegar só o mamilo, pois machuca o seio materno e não sai leite! O leite está “guardado” na aréola)

– O queixo do bebê está tocando o seio

– A boca do bebê está bem aberta e seu lábio inferior está voltado para fora

– A aréola está mais visível acima da boca do que a baixo
 Quando a mãe produz muito leite e quer doar pode interferir na amamentação do filho?

Não, o estímulo principal para produção de leite é a sua saída ou retirada, se está sobrando, a tendência é que se continue produzindo abundantemente. Inclusive, a retirada do leite pode ajudar a melhorar o desconforto de mamas muito ingurgitadas e facilitar a pega do filho ao seio.
Pegar sol nos seios é benéfico à saúde?
O tratamento para acelerar a cicatrização de lesões mamilares com banho de sol, atualmente não tem sido mais recomendado, pois a manutenção da hidratação dos tecidos machucados é importante para uma melhor recuperação, podendo-se passar o próprio leite materno em fissuras que, por ventura, tenham ocorrido. Mas neste caso é importante verificar a pega do bebê ao seio materno, que se adequada, não deve machucar a mãe. É preciso cautela na recomendação de cremes, óleos ou loções, pois eles podem causar alergias, ou ainda, afetar a amamentação.

Algumas mamães mencionam sobre amamentar deitada ser bom para o bebê e mamãe quando ele está um pouquinho maior,com  uns três meses, a mãe pode estar cansada, esse modo dá uma aliviada para algumas. E não dá infecção no ouvido como pensam (um mito). 

O doutor Luiz Augusto Melo, pediatra, me contou um pouco sobre como ele orienta em seu consultório nos primeiros momentos pós nascimento: “O aleitamento materno é importante à criança, pois além de todos os nutrientes, temos uma rica quantidade de imunoglobulinas responsáveis pela imunidade do bebê , promovendo também o vínculo materno fetal , sendo importante para a mãe também pois proteje contra o câncer de mama e de ovário.

O leite desce por volta do terceiro ao quinto dia ( apojadura) e a mãe tem que oferece à criança toda vez que esta solicitar ( livre demanda) e sempre que possível oferecer as duas mamas preferencialmente alternando o inicio das mamadas .

Cada criança tem a sua duração de mamadas, quanto mais mamar maior será o tempo da próxima mamada.

Para amamentar a mãe deve ficar sempre sentada e confortável e a criança com o pescoço alinhado com o corpo e uma boa pega é importante para produzir mais leite e evitar as rachaduras dos mamilos.

A aréola deve estar mais visível acima da boca que abaixo.

O leite pode ser conservado na geladeira por mais ao menos doze horas e no freezer por quinze dias, se retirado. 

Saliento mais uma vez que o contato com o calor da pele da mãe traz a criança o sentimento de segurança e amor que ela necessita.” 

Mamães e papais Up  acalmemos  nossos  corações porque com informação, buscando ajuda e confiando que cada situação acontece por algum motivo, tudo dará certo! 😉 

Espero que tenham gostado. 

Um beijo 

Mamãe Up 

Fontes de pesquisa: http://www.brasil.gov.br http://brasil.babycenter.com

Infância e magia 

Lembro de muitos momentos doces na minha infância, delicadezas e carinhos mas com certeza as historinhas contadas pelos adultos próximos são as mais ternas recordações! 

Essa semana comprei os dois primeiros livrinhos para a Julia e também dedoches que são fantoches de por no dedo! 

  
 Um dos livrinhos pode ir no banho!!! 

 
Os dedoches são lindos né? 👆🏻 tem o link da loja virtual ali no final do post gente! Amei❤️ vem personalizado com o nome do seu filho ou de quem você vai presentear! Nos da chapeuzinho vem a história impressa! Recomendo! 

O papai Up é super criativo e já colocou nos dedos os bonecos, criou vozes e nomes para cada um dos personagens e já demos muitas risadas, imagina ela quando ouvir?

Combinamos também começar uma história dentro do jogo de rpg para depois incluir a Ju na história e ensinar a ela que magia é algo presente na nossa vida! É só querer! 

Minha avó materna, a bisa da Julia, era a rainha das historinhas! Ela era  incansável na arte de repetir as minhas preferidas! E não parava por aí, ela cantava ( inclusive em italiano) durante a história! 

Deixo aqui a minha preferida (lembrado pela vovóUp essa semana) contata pela bisa com vozes e interpretação : 

 

“Dona Baratinha era muito trabalhadeira, gostava de manter sua casinha sempre limpa, arrumada e com flores nas janelas.Um dia varrendo o sótão, encontrou três moedas de ouro. Naquele tempo, esta quantia valia muito e Dona Baratinha ficou muito feliz.Com este dinheiro, poderia reformar a casa e comprar roupas novas. O resto do dinheiro guardou dentro de uma caixinha. Agora que estava rica e elegante, com a casa reformada e um bonito enxoval achou que estava na hora de se casar. Então, a tardinha, vestiu uma roupa bem bonita, fez um belo penteado e foi para a janela esperar os pretendentes. O primeiro a aparecer foi o cavalo, o jovem mais fino da cidade. O cavalo achou Dona Baratinha muito graciosa. Dona baratinha então perguntou: Quer casar com Dona Baratinha tão bonitinha e com dinheiro na caixinha?   Sim!! Disse o cavalo.   Mas Dona Baratinha tinha um sono muito leve e queria saber se o cavalo roncava alto.Como é que você faz de noite? perguntou Dona Baratinha.  O cavalo relinchou tão forte que Dona Baratinha o recusou.Depois dele veio o boi, o galo, o cachorro, o burro e etc.Infelizmente todos eram muito barulhentos e não iam deixar D. Baratinha dormir.Já estava desistindo, quando apareceu Sr. Ratão muito elegante e charmoso.Ela então, resolveu tentar mais uma vez. Felizmente, D. Ratão tinha uma voz suave e a noite seu ronco era fraquinho :Qui, Qui, Qui…       Dona Baratinha ficou muito satisfeita com o pretendente e ficaram noivos.Começaram os preparativos para o casamento.Dona Baratinha toda agitada preparava um delicioso banquete para a festa do casamento e Sr. Ratão ajudava nos convites. Porém sr. Ratão era muito guloso e pediu a noiva que fizesse para a festa seu prato favorito, feijão com toucinho.     O feijão com toucinho que Dona Baratinha preparava estava muito cheiroso e D. Ratão ia toda hora na cozinha tentar provar um pouquinho, mas sempre tinha alguém perto.     Tudo já estava pronto, banquete, igreja e os convidados chegando.Dona Baratinha e Sr Ratão muito elegantes e felizes estavam a caminho da Igreja, porém o noivo só pensava na feijoada. Então disse para Dona Baratinha que tinha esquecido as alianças em casa, e que assim que as pegasse a encontraria na igreja.Sr Ratão voltou para casa e correu até a cozinha para comer um pouco do toucinho.   Mas na afobação, escorregou e caiu dentro da panela do feijão morrendo afogado.Dona Baratinha ansiosa esperava na igreja o noivo que não retornava.Horas mais tarde, muito triste Dona Baratinha e alguns convidados decidiram voltar para casa e comer o banquete.Logo descobriram o fim trágico do seu noivo e todos lamentaram muito.A pobre Dona Baratinha chorou a noite inteira e desde aquele dia nunca mais preparou feijão com toucinho!”

A história é meio triste mas minha vó colocava uma ternura ao contar! Não sei explicar, sempre pedia “a da dona baratinha”!

Sou da opinião que num mundo tão rápido, sem muito tempo pro encanto, temos que estimular nossos filhos a sonhar, a criar um mundo interior calmo, doce e com muita magia para que um dia eles possam se tornar adultos melhores e mais felizes. 

A imaginação de uma criança não tem limites e isso se bem aproveitado pode ser fator de desenvolvimento futuro! 

E você, tinha uma historinha preferida? Compartilhe com essa mamãe de primeira viagem a sua preferida, para que a gente nunca deixa morrer esses contos e encantos! 

Um beijo,

Mamãe Up 

Os dedoches você encontra: 

http://www.carolinda.com.br/produtos/dedoche-chapeuzinho-vermelho